sábado, 31 de março de 2012

Liberdade é... para os pais e encarregados de educação dos "Pequenos Artistas"

Liberdade é...

"O Grito do Homem na Imensidão
O pássaro qeu voa no horizonte
O peixe que rebenta a onda do mar
O sorriso da criança feliz"

Pais do Pequeno Artista Martim



" Liberdade não é fazer o que se quer, mas sim o que precisa de ser feito.
A Liberdade não tem qualquer valor se não permitir a liberdade de errar
A Liberdade é algo de maravilhoso, mas não quando o resultado é a solidão. Não acreditamos que só as pessoas livres podem ser educadas; acreditamos mais que só as pessoas edeucadas podem ser livres... a liberdade é o direito de transformar-se... "

Pais do Pequeno Artista André Oliveira

Liberdade é... para Pais e encarregados de educação dos Pequenos Artistas

A sala dos " Pequenos Artistas", da EB1/JI  Aula Conde, Agrupamento de Escolas Virginia Moura, é uma das muitas turmas que concorre com trabalhos fotográficos ao nosso concurso 
" Liberdade é...". 
Nesta sala, a educadora Ana Paula Oliveira, como forma de fundamentar o trabalho a concurso, pediu aos pais e encarregados de educação que fundamentassem o que é a Liberdade. 
São alguns destes comentários que vamos começar a publicar, agradecendo mais esta colaboração.



Liberdade é...
... fazer castelos de areia;
... partilhar com os amigos;
... brincar onde e quando quisermos;
... o mundo estar em harmonia;
... Viver sem medo;
... expressar o que sentimos
 Liberdade é o espaço que a felicidade precisa
 Liberdade é poder decidir;
 É poder agir de acordo com a escolha
 Liberdade é responsabilidade"

Pais do pequeno artista Bruno: Vera Patricia Abreu Pinto e Paulo Roberto Batista Gomes 


Liberdade é... " o direito à escolha, à expressão e à partilha de conhecimentos"
 Pais da pequena artista Vitória  

segunda-feira, 26 de março de 2012

Informação... " Liberdade é..."

Em virtude de entrarmos agora nas festividades da Páscoa, relembramos a todos aqueles que participam no concurso de fotografia " Liberdade é...", que o prazo de entrega dos trabalhos é o dia 30 de Março.
Em caso de dúvida, é favor contactarem o NE25A através do e-mail www.nucleoestudos25abril@gmail.com.
Aproveitamos também a oportunidade para apresentar os membros do nosso juri. 
São eles o Professor Salgado Almeida, Arquitecta Renata Palhares, Professor José Manuel Costa ( esquerdo), Professor Francisco Bernardo e Dr. Ricardo Costa.
A todos o NE25A agradece a colaboração.

sábado, 24 de março de 2012

Los Fura dels Baus em " Tempo para criar"

TEMPO PARA CRIAR, é um espetáculo do Centro de Criação para o Teatro e Artes de Rua e de La Fura Dels Baus com a participação de Clara Andermatt com Grupo Folclórico da Casa do Povo de Serzedelo e Macadame, entre outros, e que marca o início de um novo tempo na programação de Guimarães 2012 Capital Europeia da Cultura.

Personagens já nossas conhecidas  e novos elementos cénicos surgirão num percurso entre o Largo do Toural (Alameda de S. Dâmaso Norte) e a Praça do Tribunal (Largo Condessa Mumadona). onde irão desenvolver-se os temas do nascimento e da vida de um indivíduo e de uma nação.

Hoje a partir das 22.00 horas.

Para mais informações, acede ao site da CEC 2012 ( lado direito do blogue em aconselhamos)

50 anos depois... 24 de Março de 1962


Foi num  clima de contestação e luta estudantisl ( que se verificava desde 1951), que em 1962 se realizam vários encontros de dirigentes estudantis associativos. Estes encontros dão origem à criação do Secretariado Nacional de Estudantes Portugueses e à realização, em Coimbra, do primeiro Encontro Nacional de Estudantes (ignorando a proibição que o Governo tinha decretado). Esse acto de revolta foi pago pelos membros da direcção da Associação Académica, com a instauração de processos disciplinares e a correspondente suspensão. Os estudantes de Coimbra responderam com o luto académico e a greve às aulas.
Na mesma altura, em Lisboa, as associações de estudantes comemoram o Dia do Estudante em 24 de Março, sem autorização do Ministério da Educação ( chefiado por Inocêncio Galvão telles). O regime salazarista respondeu com a sua brutalidade habitual. A cantina foi encerrada e a Cidade Universitária invadida pela polícia de choque, ignorando a autonomia universitária. Estudantes foram espancados e presos, desencadeando uma reacção de repúdio que levou a que fosse decretado o luto académico e a greve às aulas.
Marcelo Caetano era Reitor da Universidade de Lisboa e mediou uma solução negociada para o problema. Os estudantes voltavam às aulas, mas realizar-se-ia um segundo Dia do Estudante nos dias 7 e 8 de Abril. Assim fizeram os estudantes mas, chegada essa data, o Ministério voltou a proibir as comemorações. O Reitor sentindo-se desautorizado  demite-se. O luto académico foi reposto e os estudantes desceram do Campo Grande ao Ministério (então no Campo Mártires da Pátria) ao som do grito "Autonomia!".

video

quarta-feira, 21 de março de 2012

Dia Mundial da Poesia

A " nossa" Poesia


" É possível falar sem um nó na garganta
é possível amar sem que venham proibir
é possível correr sem que seja fugir
Se tens vontade de cantar não tenhas medo: canta


É possível andar sem olhar para o chão
é possível viver sem que seja de rastos
Os teus olhos nasceram para olhar os astros
se te apetece dizer não grita comigo: não


É possível viver de outro modo
É possível transformares em arma a tua mão
É possível o amor. É possível o pão.
É possível viver de pé.


Não te deixes murchar. Não deixes que te domem.
É possível viver sem fingir que se vive.
É possível ser homem.
É possível ser livre, livre, livre."


Manuel Alegre

segunda-feira, 19 de março de 2012

Dias da Revolução 2012... "Cidadanias"

Estamos a 29 dias dos " Dias da Revolução".
Está na hora de darmos a conhecer algumas das actividades mais emblemáticas, que vamos levar a cabo com o apoio de diversas entidades.
No dia 21 de Abril, com a certificação do Centro de Formação Francisco de Holanda, promovemos o seminário " Cidadanias", na Escola Secundária das Taipas. 
Definiram-se como finalidades do " Cidadanias" a reflexão, o debate e o conhecimento da investigação sobre a(s) Cidadania(s). Para atingirmos estes objectivos, convidamos um naipe de convidados que nos vão ajudar a perceber o papel da Cidadania no nosso presente/futuro.
Assim contamos com as presenças em dois paineis de debate, dos Doutores Almerindo Afonso e Pedro Bacelar de Vasconcelos ( UM), da Drª Francisca Abreu ( CMG), da Drª Conceição Rios, do Professor Joaquim Salgado Almeida e do Coronel Otelo Saraiva de Carvalho.
Para proceder à inscrição ( gratuita) no seminário, aceda ao botão no canto superior direito deste blogue e envie a ficha para o e-mail www.ne25abril@gmail.com , até ao dia 14 de Abril. 
Para descarregar o desdobrável do " Cidadanias", tem o respectivo link na imagem, ou se preferir, aceda à página do Centro de Formação Francisco de Holanda.

Contamos e esperamos por si!

Leituras em Dia... A Coragem do General sem Medo.

Recomendado pela professora Isabel Alves, membro do NE25A, aconselhamos a leitura do " A Coragem do General sem Medo".
Com texto de José Jorge Letria e ilustrações de Evelina Oliveira, edição do " Campo das Letras", somos transportados retrospectivamente pela personagem do avô, aos tempos da luta pela liberdade, no já distante ano de 1958 e à campanha para as presidenciais.
Um livro aconselhado pelo PNL ( Plano Nacional de Leitura), para a faixa etária dos 8 aos 12 anos.

domingo, 18 de março de 2012

O NE25A no " Diz-lhes que não falarei nem que me matem"


No dia 17 de Março, o NE25A assistiu no CAAA (Centro para os Assuntos da Arte e Arquitectura – Guimarães) à peça de teatro “Diz-lhes que não falarei nem que me matem”, interpretada por Mário Santos,  com encenação de Marta Freitas
A peça reproduz a luta pela liberdade de Carlos Costa, membro do PCP, perseguido e torturado pela PIDE, que tenta resistir à saudade e à loucura dentro da prisão e procura encorajar os seus camaradas, muitos dos quais vê enlouquecer e ser torturados, a não desistir e não denunciar ninguém. A revolta, por aqueles que sofrem injustamente por terem sido denunciados por homens que não suportaram a dor e por um país decadente, comandado por António de Oliveira Salazar, manchado pelo sangue daqueles que deram as suas vidas pela liberdade, é bem visível nos seus olhos e nas suas palavras.
 “Diz-lhes que não falarei nem que me matem” deu-nos o testemunho daqueles que lutaram não só pela sua liberdade, mas também pela libertação de um país e de um povo que vivia na escuridão, perseguido pela violência e pelo medo.
Foi um espetáculo emocionante, que não só nos fez refletir como também nos levou a sentir a revolta da personagem, bem patente na breve conversa que tivemos com o próprio Carlos Costa ( um dos muitos que assistiram a esta representação)..

Ana Rafaela Macedo, membro do NE25A

quinta-feira, 15 de março de 2012

Aconselhamos... "Diz-lhes que não falarei nem que me matem"

" Diz-lhes que não falarei nem que me matem" é o resultado da residência artistica de Marta Freitas e da companhia " Mundo Razoável", na Guimarães 2012. A peça gira à volta das memórias de Carlos Costa, preso político na ditadura fascista do Estado Novo, constituindo-se num hino à liberdade e à convicção do ideal democrático.
A peça estreia hoje, pelas 22.00 horas, no Centro para os Assuntos da Arte e Arquitectura ( CAAA), em Guimarães e estará em exibição até sábado, dia 17 ( o NE25A lá estará).

Para saberes mais, consulta o site da CEC2012 ( coluna dos favoritos)

A Brigada do Reumático

video

"Durante o mês de Fevereiro de 1974, o impasse militar que se vive nas colónias conduz à agudização das tensões no seio das Forças Armadas. Na sequência da publicação por António de Spínola do livro "Portugal e o Futuro", no qual se defende a tese de uma solução política para a questão colonial e um modelo de autodeterminação e associação de tipo federal para as colónias portuguesas, Marcelo Caetano convoca o chefe e o vice-chefe de Estado-Maior General das Forças Armadas, respectivamente, Costa Gomes e António de Spínola, convidando-os a tomar o poder. Perante a recusa dos chefes militares em aceitar tal situação, menos de uma semana depois, a 28 de Fevereiro, Marcelo Caetano apresenta a sua demissão ao Presidente da República, Américo Tomás, que a recusa.

Perante a degradação da situação política e militar, procede-se então à encenação de uma manifestação de subordinação e solidariedade das chefias militares para com o regime, cerimónia que tem lugar a 14 de Março de 1974 e que ficaria conhecida como a "Brigada do Reumático". Costa Gomes e António de Spínola que se recusam a comparecer, são exonerados das suas funções, consumando-se a sua definitiva ruptura com o marcelismo. "

in:historiaaberta.com.sapo.pt
A 16 de Março, dá-se o " Golpe das Caldas", ou "RCinquada", do qual falaremos na altura.
Veja agora, parte do discurso do Presidente do Conselho de Ministros, Professor Marcelo Caetano, proferido na cerimónia da " Brigada do Reumático".

terça-feira, 13 de março de 2012

Dias da Revolução 2012 - Programa



Pelo terceiro ano, o NE25A vai promover uma série de iniciativas específicas destinadas a celebrar a " Revolução dos Cravos". Como já é tradição, as iniciativas vão-se desenrolar por vários espaços: Agrupamento de Briteiros ( sede do NE25A), Escola Secundária das Taipas, Banhos Velhos ( Taipas), Agrupamento Afonso Henriques, S. Torcato - Guimarães, Pevidém e pela primeira vez em Braga ( Escola Secundária Carlos Amarante onde estará patente a exposição do NE25A " Trilhos da Liberdade").
Para os interessados, deixamos aqui o programa dos " Dias da Revolução" ( imagem)

Brevemente iremos dar noticias mais especificas sobre alguns do eventos.

domingo, 11 de março de 2012

11 de Março de 1975... 37 anos depois.

video

37 anos após o 11 de Março de 1975, este permanece confuso e alvo de várias interpretações. 
Se queres saber mais, aconselhamos a visualização da noticia publicada pelo NE25A em 11 de Março de 2011 (aqui). 

sexta-feira, 9 de março de 2012

Aconselhamos... "2012 minutos a nadar"

No âmbito da CEC 2012, a Guimarães 2012 e a Tempo Livre promovem, este fim de semana, a iniciativa 2012 minutos a nadar. O evento tem início às 9h30 do dia 10 de março e termina às 19h02 do dia 11 de março.
A iniciativa pretende juntar milhares de nadadores informais que, durante 2012 minutos, nadarão ininterruptamente no Complexo de Piscinas de Guimarães (Alameda dos Desportos, Candoso S. Tiago 4835-235 Guimarães).
Para lá desta iniciativa, os participantes podem também contar com inúmeras atividades desportivas e de animação, tais como: Festival de Natação Sincronizada, Batismo de Mergulho, rastreios de saúde gratuitos, encontro de Mini-Pólo Aquático, Campeonato Regional de Cadetes e Master´s de Natação, aulas de hidroginástica e hidrobike, demonstrações de dança, campos de râguebi e voleibol, Saturday Night Fitness e animação com DJ´s (Manuel d´Oliveira, Ruy Vercetty e Alien/João Neves).

Para saberes mais, acede à página da CEC 2012 ( coluna de favoritos)

quinta-feira, 8 de março de 2012

Dia Internacional da Mulher


Falar sobre este dia é uma tarefa árdua, pois já foi dita tanta coisa e não gostaria de usar clichés.
Para mim é um dia como os outros, mas que nos faz refletir sobre o papel da mulher na sociedade ao longo dos tempos.
Dia da Mulher é todos os dias, enquanto mãe, mulher, amiga e colega de trabalho e não apenas no dia 8 de março. É lutar contra todas as adversidades, fazer todos os possíveis e impossíveis para que nada falte em nossas casas, procurando sempre não descurar o trabalho nem a amizade. Tarefas estas difíceis de concretizar, por vezes.

Isabel Alves

Dia Internacional da Mulher

DIA INTERNACIONAL DA MULHER – 8 DE MARÇO

A comemoração anual, do dia Internacional da Mulher, a 8 de Março reporta-nos até ao ano de 1857, em que as operárias de uma indústria têxtil e de confecções de Nova Iorque entraram em greve, ocupando a fábrica, reivindicando a redução de um horário de mais de 16 horas, por dia, para 10 horas e a igualdade de salários, uma vez que recebiam menos de um terço do salário dos homens. Estas operárias, foram fechadas na fábrica onde, entretanto, terá surgido um incêndio, morrendo queimadas cerca de 130 mulheres.
No século XX (1910), foi decidido, numa conferência internacional de mulheres realizada na Dinamarca, comemorar o 8 de Março como "Dia Internacional da Mulher", em homenagem àquelas mulheres, que iniciaram a luta pela igualdade de direitos. A data foi celebrada pela primeira vez a 19 de Março de 1911 na Áustria, Dinamarca, Alemanha e Suíça.
Em 1975, as Nações Unidas promoveram o Ano Internacional da Mulher e, em 1977, proclamaram o dia 8 de Março como o Dia Internacional da Mulher.
De então para cá o movimento a favor da emancipação da mulher tem tomado forma, tanto em Portugal como no resto do mundo, reconhecendo a importância e o contributo insubstituível da mulher na sociedade.
A comemoração desta data serve, por um lado, para recordar as conquistas das mulheres  e a luta contra preconceitos de índole racial, sexual, político, cultural, linguístico ou económico e, por outro lado, permite chamar a atenção para o papel e dignidade da mulher, levando a uma tomada de consciência do valor da pessoa, percebendo o seu papel na sociedade e alertando para limitações que, em diferentes regiões do mundo, lhe vêm sendo impostas.

Damiana Sousa

Dia Internacional da Mulher

Dia 8 de Março, dia da Mulher!


“Este é o vosso dia, os restantes do ano são nossos!”, diziam os rapazes da escola.
Mas por que cargas de água há de ter a mulher um “dia”? Não será, de facto, esta comemoração uma discriminação? perguntava-me.
Cresci, ainda com a pergunta no ar, e entrei no mundo dos adultos. Fui à minha primeira entrevista de emprego e eis que oiço: preferimos um homem!
Começo a esboçar uma resposta … “talvez faça sentido o dia da Mulher”.
Os anos vão passando e vejo: uma camionista, uma colega a ingressar na carreira militar, o presidente de Junta ser substituído por uma presidente e finalmente uma Presidente na Assembleia da República.  A resposta fica suspensa.
Hoje,  abri um jornal e li : “Portugal está muito abaixo no índice de igualdade entre homens e mulheres”,  folheei  mais umas páginas e “Mulheres com mais formação mas mais vulneráveis à pobreza” … e nem sequer consultei as páginas do mundo.
SIM! Faz todo o sentido o dia da Mulher, pelo menos enquanto todos os dias não forem de igual tratamento e oportunidades entre os géneros.


Isabel Marques

Dia Internacional da Mulher

DIA INTERNACIONAL DA MULHER

Altas, baixas, gordas ou magras. Negras, brancas ou amarelas. Católicas, judias ou muçulmanas. Jovens ou idosas. Não importam as cores nem as formas! No dia 8 de Março, Dia Internacional da Mulher, celebramos o universo FEMININO no mundo! Celebramos a tomada de consciência do valor da Mulher na sociedade. Celebramos a luta da Mulher pela sua dignidade. Celebramos todos os direitos adquiridos pelo sexo feminino!
Nesta data, recordamos a força e a luta de todas as Mulheres do passado, mas também é importante assinalarmos o que ainda falta fazer pelas Mulheres do presente e do  futuro...


Adriana Resende

Dia Internacional da Mulher

O dia do Feminino

Fazendo um pouco de história, verifica-se que a data remonta aos princípios do século XX, tendo a sua origem concretamente na primeira manifestação de mulheres  na Rússia a 8 de Março de 1917, onde reivindicavam melhores condições de vida, de trabalho e de salários.
A partir daí a data foi sendo comemorada também no ocidente, mas não de forma continuada. Readquiriu força nos anos 60 e foi em 1977 que as Nações Unidas instituíram oficialmente o dia 8 de Março como o Dia Internacional da Mulher de forma a celebrar as conquistas destas ao longo dos tempos.
Reflectindo sobre o significado desta comemoração é inevitável concluir que ainda há muito a fazer. As notícias de discriminação ainda são muitas vindas de várias partes do mundo, mas mesmo no ocidente é bastante revelador o facto de ainda ser notícia sempre que uma mulher se destaca em cargos ou áreas tradicionalmente masculinas.
Seria no entanto interessante, nestes inícios do século XXI, equacionar não um dia da mulher, mas sim um Dia do Feminino. Mais do que continuar a insistir em integrar as mulheres num mundo masculino, pensado e organizado no masculino, assumir a dualidade de género na organização e estruturação do mundo.
É pois neste sentido, no de dar uma hipótese à “visão feminina do mundo”, que deveria ser comemorado este dia.

Armanda Gomes

terça-feira, 6 de março de 2012

História de Portugal em 7 minutos e 17 segundos

Uma forma diferente e lúdica de conhecer a História de Portugal.

video

domingo, 4 de março de 2012

DNescolas: Eurodeputado Doutor Miguel Portas na ESCT




No dia 8 de março, pelas 15:15 horas, a Escola Secundária de Caldas das Taipas contará com a presença do Eurodeputado Doutor Miguel Portas.
Trata-se de uma iniciativa do DNescolas, coordenada pela docente Alexandra Vieira.

sábado, 3 de março de 2012

Leituras em Dia ... " Um politico Assume-se"


Com a chancela da " Temas & Debates", apresentamos o novo livro de Mário Soares " Um político assume-se".
Como o próprio afirma no prefácio, este não é ainda o livro de memórias que muitos esperam de uma das maiores personalidades da contemporaneidade portuguesa. É antes uma visão muito pessoal de alguém que atravessou as grandes transformações, portuguesas e mundiais, no século XX; alguém que não hesita em afirmar que também ele evoluiu no seu pensamento politico e filosófico; alguém que nunca teve pejo em se afirmar como republicano, laico, memmbro do socialismo democrático que ajudou a construir e europeísta convicto ( mas criticando fortemente a Europa dos interesses e defendendo a Europa dos povos).

A não perder!