sexta-feira, 29 de outubro de 2010

Centenário... EB1 de Fafião e JI de Briteiros Stº Estevão




Durante a semana de 22 de Setembro a 4 de Outubro, também os alunos, crianças e docentes da EB1 de Fafião e do JI de Briteiros Stº Estevão, comemoraram o Centenário da Instauração da República. Várias foram as actividades desenvolvidas: exploração de apresentações em ppw, construção de bandeiras através da reutilização de materiais, elaboração de uma faixa comemorativa, entoação do Hino Nacional, comemoração dos 100 anos da Republica com o
" Parabéns", apagando as velas do bolo e... saboreando-o.


A todos os que promoveram e participaram neste evento, o NE25A endereça os mais sinceros parabéns.


terça-feira, 26 de outubro de 2010

O Núcleo... na " NOESIS"

A revista "Noesis online", da Direcção Geral de Inovação e Desenvolvimento Curricular ( DGIDC), do Ministério da Educação, no espaço " Da Escola para a Escola", publicou um artigo sobre o Núcleo de Estudos 25 de Abril e as experiências/resultados do projecto, para o ano de 2009/10.

O artigo pode ser descarregado seguindo o link ( imagem), visitando o site da DGIDC.

Aos responsáveis da " Noesis", os elementos do NE25A agradecem a publicitação do projecto

domingo, 24 de outubro de 2010

65 anos Depois...





Em 24 de Outubro de 1945, na cidade de S. Francisco, é criada oficialmente a Organização das Nações Unidas (ONU). Foi criada com o objectivo de unir todos os países em prol da paz e da prosperidade, com base nos principios da igualdade, justiça e dignidade humana.

É formada hoje em dia por 192 estados-membros, sendo o seu secretário geral o coreano Ban Ki-Moon.

Para saberes mais sobre o ONU, tens o link neste blogue, ou então segue o link ( imagem) para descarregares um ficheiro PDF ( da autoría do professor Mário Rui), sobre esta organização.

sábado, 23 de outubro de 2010

Quem Somos... 2010/2011


“ A Liberdade é um Estilo de Vida”

O Núcleo de Estudos 25 de Abril, iniciou o seu 2º ano de vida.


Embora mantendo todos os objectivos que nortearam a nossa acção durante o ano de 2009/2010, principalmente continuando a contribuir para a plena formação cívica das nossas crianças e jovens, vamos durante este ano de 2010/2011, tentar expandir o nosso projecto para outros territórios educativos, apostando na criação de cada vez mais materiais pedagógicos ( de acesso/utilização livre) para todos aqueles que se interessam e preocupam com os valores da cidadania, em tempos de algum esquecimento dos mesmos.
Vários são os projectos que iremos desenvolver: desde a manutenção dos "Dias da Revolução", passando por projectos originais como " Os Trilhos da Liberdade", ou " Olhares da Liberdade", ou " Maleta Pedagógica", de todos eles iremos dando conta neste nosso espaço, contando com a colaboração crítica de todos aqueles que nos visitam.
Por ultimo apresentamos a equipa de trabalho para este ano ( para aceder ao documento siga o link - imagem). Crescemos em número, em perspectivas ( alunos/professores de vários níveis), em estabelecimentos, em parcerias ( sempre abertos a novas sugestões/parcerias de trabalho) e em obrigações.


Resta-nos, como outros fizeram, fazer "Cumprir o espírito de Abril".

quinta-feira, 21 de outubro de 2010

Centenário... EB1/JI de Serrado


A EB1/JI de Serrado levou a cabo na passada semana de 4 a 9 de Outubro, um conjunto de actividades com o objectivo de comemorarem o Centenário da Instauração da República em Portugal ( 5/10/1910 - 5/10/2010). Do conjunto de actividades efectuadas merecem destaque o lançamento dos 100 balões ( evocativo dos 100 anos da República) e o projecto " A História contada pelos mais velhos".
Brevemente contamos publicar imagens deste evento.

A todos quantos promoveram e participaram nesta iniciativa, o NE25A endereça os mais sinceros parabéns.

domingo, 17 de outubro de 2010

Leituras em Dia...



Aconselhamos hoje a leitura de um novo livro referente ao período entre o 25 de Abril de 1974 e o 25 de Novembro de 1975. Esta obra, editada pela " Guerra e Paz", pertencendo à colecção " O Passado e o Presente", é da autoría do Coronel Rodrigo Sousa e Castro.
"Capitão de Abril, Capitão de Novembro", é um relato sobre um dos períodos mais trubulentos da nossa história mais actual ( PREC). Chama-se a atenção para o prefácio da autoría do Professor Marcelo rebelo de Sousa e para a reflexão sobre o percurso do país com o título "Valeu a Pena!.

quinta-feira, 14 de outubro de 2010

Centenário... Materiais


Da professora Nancy Leite, recebemos esta aplicação " power point" relativa à instauração da República. Trata-se de uma das mais curiosas aplicações que nos chegaram ao Núcleo de Estudos. Foi realizada pelos professores bibliotecários Luis Contente e Carla Valente, da EB1 de Santa Maria - Beja, aos quais endereçamos os nossos parabéns.
Aconselhamos vivamente a sua utilização ( particularmente para camadas etárias mais jovens).
Para descarregar este material siga o link ( imagem).

O NE25A agradece a colaboração da professora Nancy.

terça-feira, 12 de outubro de 2010

Informação... Guimarães

O Historiador e Professor Fernando Rosas, vai proferir uma palestra subordinada ao tema " Porque venceu e porque se perdeu a Iª República". A iniciativa terá lugar na próxima quarta feira, dia 13 de Outubro, pelas 21.30h, no salão nobre do Círculo de Arte e Recreio ( CAR), em Guimarães.

A não perder!

domingo, 10 de outubro de 2010

Informação...


"...A Constituição de 1976, formalizando a fundação do novo regime de democracia liberal nascido da revolução dos Cravos de 25 de Abril de 1974,institucionalizou três níveis de poder político, juridicamente distintos e autónomos: o Estado, as Regiões Autónomas e o Poder Local
...O Poder Local nasceu sob o impulso de um forte movimento social, espontâneo e em muitos casos anárquico, de participação cívica e política contra o centralismo e em prol da autonomia local. Esta forte ligação entre a participação social e a autonomia local está na génese do nosso modelo de Poder Local e deve ser continuamente reforçada por ser um elemento que alimenta a afirmação do municipalismo na sua relação com o Estado... "
Fonte: ANMP
A ANAFRE ( Associação Nacional de Freguesias), leva a cabo entre os dias 11 a 17 de Outubro um conjunto de iniciativas para celebrar a " SEMANA EUROPEIA DA DEMOCRACIA LOCAL". Este evento coincide, este ano, com as celebrações dos 25 anos da publicação da "Carta Europeia da Democracia Local".
De entre as várias iniciativas chama-se a atenção para a que se realiza no Porto, no dia 16 de Outubro, no Palácio da Bolsa, com uma conferência subordinada ao tema "Caminhos do Poder Local".
Esta conferência, que se inicia pelas 9.30 horas, será moderada pelo Dr. Rogério Alves e contará com a participação dos deputados Francisco Assis, Miguel Macedo, Pedro Mota Soares, Pedro Soares e Jorge Machado.
Aconselhamos a participação a todos os que vivem na área do Porto.

sexta-feira, 8 de outubro de 2010

Século XXI... Direitos Humanos




"Todos os seres humanos nascem livres e iguais em dignidade e em direitos. Dotados de razão e de consciência, devem agir uns para com os outros em espírito de fraternidade"

artigo 1º da Declaração Universal dos Direitos Humanos

O Comité Nobel Norueguês escolheu hoje, dia 8 de Outubro de 20100, o antigo professor universitário e crítico literário chinês, Liu Xiaobo, para o Prémio Nobel da Paz . Liu Xiaobo, de 54 anos, foi condenado por um tribunal chinês (Dezembro), a uma pena de 11 anos de cadeia por "tentativa de subversão do governo". Desde 1989, como participante nas manifestações da praça de Tianamen, é a terceira detenção que sofre.

Para saberes mais segue o "link" ( imagem).

quarta-feira, 6 de outubro de 2010

Centenário da Republica - Aconselhamos

Da professora Damiana Sousa, recebemos a seguinte informação:
no próximo dia 9 de Outubro pelas 21.45h, a "Oficina de Teatro da Escola Secundária da Póvoa de Lanhoso", vai levar à cena a peça " 100 anos - A República". A peça tem a encenação de Afonso Fonseca e será levada a cabo "Theatro Club" da Póvoa de Lanhoso.

A não perder.

Centenário... Ultima Hora!








Sabemos de fonte segura que hoje, dia 6 de Outubro de 2010, passam 100 anos sobre a saída da Família Real Portuguesa de território nacional.
Com efeito, acompanhado da sua esposa D. Augusta Vitória, da Rainha Mãe D. Amélia, de mais alguns nobres e criados, embarcou no iate " Amélia", na praia da Ericeira, tendo o navio zarpado para Gibraltar. Daqui, o "Amélia" seguiu para Londres tendo D.Manuel II sido recebido pelo Rei Jorge V.

Temos informações de que a Familia Real fixou residência em Fulwell Park, Twickenham, arredores de Londres.

Fonte: Portal do Centenário

terça-feira, 5 de outubro de 2010

Centenário... Ultima Hora

Uma Ideia com 100 Anos


video


Fonte: You Tube

Centenário... Ultima Hora






Faz hoje dia 5 de Outubro de 2010, 100 anos sobre a
a proclamação da República em Portugal.

" Às 9.00 horas Eusébio Leão, Inocêncio Camacho, José Relvas e outros dirigentes republicanos, entraram na Câmara Municipal de Lisboa, assomaram à varanda e dali proclamaram a República com discursos inflamados.
José Relvas afirmou:
- Unidos todos numa mesma aspiração ideal, o Povo, o Exército e a Armada acabou de, em Portugal, proclamar a Republica.
A multidão que enchia a Praça do Municipio aplaudiu e festejou a vitória Republicana. De seguida foram proclamados os membros do Governo Provisório:

Presidente, Teófilo Braga; Interior, António José de Almeida; Justiça, Afonso Costa; Finanças, Basílio Teles; Guerra, Correia Barreto; Marinha, Amaro de Azevedo Gomes; Obras Públicas, António Luís Gomes e Estrangeiros, Bernardino Machado."

Brevemente mais informações
Fonte: Portal do Centenário





segunda-feira, 4 de outubro de 2010

Centenário... Ultima Hora!







Faz hoje, dia 4 de Outubro de 2010, 100 anos sobre as operações militares em Lisboa, que conduziram à Instauração da República.

De acordo com fonte segura, " ... após a sublevação dos principais quarteis de marinheiros, de navios de guerra fundeados no Tejo e de 2 unidades do exército ( Artilharia 1 e Infantaria 16), apoiados por Carbonários, os revolucionários juntam-se no Largo Carmo e dali tentam avançar para o Quartel do Carmo, mas verificam que não têm forças suficientes para prosseguir o plano e decidem concentrar-se na Rotunda, onde se barricam sob o comando do comissário naval, Machado dos Santos. O almirante Cândido dos Reis, desesperado com o ( possível) fracasso da revolução, suicida-se.
A mãe de D.Manuel II, rainha D.ª Amélia, e a avó, rainha D.ª Maria Pia, que se encontravam no Palácio da Pena, em Sintra, decidem ir para Mafra juntar-se ao Rei.
Muitos republicanos, civis e militares, decidem juntar-se ao grupo barricado na Rotunda, levando consigo armas e munições. As tropas monárquicas de Paiva Couceiro abrem fogo sobre os republicanos barricados na Rotunda.

Brevemente mais informações sobre a situação.

Fonte: " Portal do Centenário"

Centenário da República... Comemorações









A EB1/JI de Barco do Agrupamento Vertical de Escolas de Briteiros, realizou hoje uma série de iniciativas alusivas às comemorações do Centenário da República. Neste espaço damos mostra de alguns dos trabalhos realizados, chamando a atenção para o bolo do centenário e para os exemplares da bandeira nacional.
Parabéns a todos os que promoveram e participaram nesta iniciativa.

domingo, 3 de outubro de 2010

Centenário... Ultima Hora!



Faz hoje, dia 3 de Outubro de 2010, 100 anos sobre a morte do Dr. Miguel Bombarda.
Miguel Bombarda foi um republicano convicto e acérrimo anticlerical. Tornou-se membro do Partido Republicano Português em 1909, tendo sido eleito deputado em Agosto de 1910. Membro do comité revolucionário que implantou a República em Portugal, em 5 de Outubro de 1910, e considerado o seu chefe civil. Não chegou, contudo, a assistir à vitória da Revolução do 5 de Outubro por ter sido assassinado por um doente mental do Hospital de Rilhafoles em 3 de Outubro de 1910, poucas horas antes do início da revolta. Teve um funeral conjunto ao de Cândido dos Reis, no dia 6 de Outubro.

Segue-se o testemunho de Raul Brandão:
“Mataram o Dr. Bombarda. Espalha-se na cidade que foram os padres que instigaram um tenente a assassiná-lo. É falso, mas há correrias no Rossio e o “Portugal” foi apedrejado. Toda a gente acredita num crime planeado, toda a gente se insurge contra o facto brutal – toda a cidade republicana se transforma num vulcão. No Rossio juntam-se grupos de gente taciturna e desesperada: - Mataram-no! Mataram-no! – ouve-se. À uma hora da noite o Machado dos Santos à frente dum bando de populares atira-se ao portão de Infantaria 16.”
Fonte: Portal do Centenário

sábado, 2 de outubro de 2010

Centenário... Última Hora!



Faz hoje, dia 2 de Outubro de 2010, 100 anos sobre a realização de uma reunião de emergência na sede do Partido Republicano Português. Nesta reunião, o almirante Cândido dos Reis, chefe militar da Revolução, marca o inicío das operações para a noite de 3 de Outubro.

Centenário da Republica - MATERIAIS


Com a devida autorização da Coordenadora da Biblioteca Escolar do Agrupamento de Escolas Afonso Henriques, professora Márcia Santos, publicamos o panfleto realizado para assinalar o Centenário da República, nas actividades desenvolvidas para os alunos do 1º ciclo.
Este panfleto pode ser descarregado seguindo o link ( imagem).

O NE25A agradece à professora Márcia Santos esta colaboração.

sexta-feira, 1 de outubro de 2010

Centenário da Republica - Aconselhamos













Nestes dias em que se aproximam as comemorações do Centenário da República ( 5 de Outubro de 1910/2010), aconselhamos a análise das seguintes publicações:
* a Revista "TABU " ( distribuída com o semanário SOL), faz na sua edição desta sexta feira, "Um Passeio Pela Revolução". Em 37 páginas é feita uma retrospectiva sobre figuras, história e as opiniões que marcam estes 100 anos de República( a merecer atenção os artigos sobre D.Manuel II - último monarca- e Teófilo Braga - Chefe do Governo Provisório pós 5 de Outubro e o artigo de opinião de José António Saraiva, intitulado " A República que produziu Salazar";
* A Revista "Visão - História", no seu número 10 de quinta feira ( 30/09), é dedicada também ao Centenário da República. Neste numero, o ênfase é dado ao período da Iª República ( 5 de Outubro de 1910-28 de Maio de 1926).

Duas publicações a não perder.