quarta-feira, 4 de junho de 2014

25 anos depois... 1989 e o massacre de Tian'anmen ( Praça da Paz Celestial)



O Protesto na Praça da Paz Celestial (Tian'anmen) em 1989,em Beijing (Pequim), ficou mais conhecido como Massacre de Tian'anmen  e consistiu numa série de manifestações lideradas por estudantes na República Popular da China, que ocorreram entre os dias 15 de abril e 4 de junho de 1989. O protesto recebeu o nome do lugar em que o Exército Popular de Libertação Chinês sufocou o protesto. 
O acontecimento que iniciou os protestos foi o falecimento de Hu Yaobang (ex-Secretário Geral do Partido Comunista chinês, tido como adepto de reformas e de uma liberalização do regime). Os protestos basearam-se em greves de estudantes, greves de fome, ocupação da Praça de Tian'anmen, marchas pacíficas nas ruas de Pequim, tudo isto difundido por canais de comunicação globais.
A partir daqui, foram enviadas tropas para sufocar a contestação (4 de junho), o que provocou um elevado número de mortos e feridos (segundo fontes da Cruz Vermelha chinesa 2.600 mortos, 2 mil cidadãos feridos e 400 soldados).
Um dos  momentos marcantes deste massacre é filme (em primeiro lugar a foto da AP e da Reuters), transmitido por grandes cadeias de televisão ocidentais (CNN e BBC) a 5 de junho, em que um simples homem, de pé, faz frente a uma coluna de tanques, conseguindo travar o seu avanço. O homem continuou de pé desafiante, encarando os tanques durante um longo período de tempo, antes de ser expulso do lugar.
Apesar dos esforços feitos até hoje, a identidade deste “Homem dos Tanques”, permanece uma incógnita.

Revê este momento no filme que se segue


video


0 comentários:

Enviar um comentário